quarta-feira, 2 de Junho de 2010

Sikhismo


A palavra “Sikh” significa disciplina e o Sikhismo é uma religião monoteísta, que foi fundada em fins do séc. XV numa região da Índia pelo Guru Nanak (1469-1539), que pregou uma mensagem de amor e compreensão e criticou os rituais dos Hindus e Muslim.

O Guru Nanak passou a sua sabedoria a nove outros Gurus, tendo ficado conhecidos como os 10 Gurus.


Todos os gurus tiveram os seus feitos, como tal vou abordar ligeiramente os oito “gurus intermédios”, entre o famoso primeiro guru e último guru:

-2º Guru, Guru Angad nasceu a 31 de Março de 1504 na vila de Sarae Naga no distrito de Punjabi e faleceu a 1552, tendo sido recordado por compor o escrito Gurmukhi, no qual Punjabi era transformado em oração.

-3º Guru, Guru Amar Das (1479 – 1574), fundou a cidade do Goindval no Punjabi, contribuiu com 907 hinos em honra ao Guru Granth Sahib, estabeleceu um sistema de administração para as congregações Siks…

-4º Guru, Guru Ram Das nasceu a 5 de Outubro de1534 e faleceu em 1581, o seu maior contributo para o Sikismo foi ter organizado a estrutura da organização e também mudou o centro espiritual de Goindval para Amristar…



Fig.1 - Guru Nanak

-5º Guru, Guru Arjan nasceu a 15 de Abril de 1563 e faleceu a 30 de Maio de 1606, concluiu a construção de Amritsar, fundou as cidades de Taran Taran e Kartarpur construiu o Templo Dourado…

-6º Guru, Guru Har Gobind nasceu a 19 de Junho de 1595 e faleceu a faleceu a 2 de Março de 1644, transformou a comunidade numa força mais militante, fundou a cidade de Kiratpur…

-7º Guru, Guru Har Rai nasceu a 20 de Fevereiro de 1630 e faleceu a 6 de Outubro de 1661, continuou a militarização iniciada pelo Guru Har Gobind, fez várias Tours pelas regiões Malwa e Doaba em Punjabi.

-8º Guru, Guru Har Krishnan nasceu a 7 de Julho de 1656 e faleceu a 30 de Março de 1664,

-9º Guru – Tegh Bahadur nasceu a 1 de Abril de 1621 e faleceu a 11 de Novembro de 1675, contribuiu com muitos hinos ao Guru Granth Sahib...


A crença básica do Sikhismo consiste na crença num único Deus e nos ensinamentos dos Dez Gurus do Sikhismo, recolhidas no livro sagrado dos Sikhs, o Guru Granth Sahib, considerado o décimo e último Guru.


Para o Sikhismo, Deus é eterno e sem forma, sendo impossível captá-lo em toda a sua essência. Ele foi o criador do mundo e dos seres humanos e deve ser alvo de devoção e de amor por parte dos humanos.


O Sikhismo não tem padres ou pastores, estes foram abolidos pelo décimo Guru (Guru Gobind Singh, que faleceu em 1708), pois segundo este, os padres tornavam-se corruptos e egocêntricos.
O Sikhismo coloca ênfase em três deveres, descritos como os Três Pilares do Sikhismo:
  • Manter Deus presente na mente em todos os momentos;
  • Alcançar o sustento através da prática de trabalho honesto;
  • Partilhar os frutos do trabalho com aqueles que necessitam.

  • Os templos Sikhs recebem o nome de gurdwaras.


    Neles ocupa um lugar de privilégio o livro sagrado, o Guru Granth Sahib (o décimo Guru, que pediu que fosse considerado como o Guru eterno, o único guia espiritual).


    Uma das cerimónias mais importantes do Sikhismo é a iniciação na ordem Khalsa, os Sikhs que participaram na cerimónia, recebem o título amritdhari ("portador do néctar") e novos nomes, passando a usar os chamados Cinco Cás (K), que são símbolos religiosos (o Kesh (não cortar os pêlos do corpo), o Kanga (pequeno pente de madeira simboliza limpeza, ordem e disciplina na vida dos portadores), o Kara (pulseira de aço que representa a união ao Guru e à comunidade Sikh), o Kaccha (calções que simbolizam a castidade e também as batalhas travadas pelos guerreiros Sikh) e o Kirpan (punhal que serve de auto-defesa ou proteger alguém que está a ser atacado).


    Fig.2 - Os Dez Gurus


    O número de Sikhs no mundo é estimado em cerca de 23 milhões, o que fará do Sikhismo a quinta maior religião mundial em número de aderentes.

    Sem comentários:

    Enviar um comentário